site de relacionamento, namoro

cadastro login

menu
Compartilhe amores possíveis
Compartilhe amores possíveis
Compartilhe amores possíveis
Compartilhe amores possíveis
Compartilhe amores possíveis

SOFRIMENTO, COMO LIDAR COM ELE?

Matéria postada por Conceição Valente
Data da Matéria 23 comentário(s)


A maioria de nós já vivenciou algum tipo de sofrimento na vida, desde nossa mais tenra idade. Tivemos, temos e ainda teremos que lidar com vários tipos de perdas e de desapegos. E é claro que isto pode ser muito doloroso, mais para uns do que para outros, mais ou menos intensos dependendo de sua proporcionalidade à nossa personalidade, e maturidade inclusive a espiritual.


Entre tantos testemunhos de superação ao sofrimento, cito Viktor Frankl, fundador da terceira Escola Vienense de Psicoterapia: Logoterapia - terapia que tem como objetivo ajudar a pessoa a descobrir o sentido de sua vida, que é único para cada um. Trata-se de uma terapia que é aplicada especialmente às pessoas que sofrem com problemas existenciais. As lições doloridas e exigentes que Frankl vivenciou como prisioneiro, durante três anos em vários campos de concentração nazistas, e sua superação antes e após a libertação, são estimulantes para fazer-nos enxergar a vida sob a perspectiva especial da resiliência, e de nos motivar a enfrentar no dia a dia as adversidades e problemas que possam nos acometer.

A superação do sofrimento requer escolhas da pessoa que o vivencia. Pode optar entre várias possibilidades e desenvolver algumas que, sem sentido, são responsáveis por elevar e intensificar o sofrimento e o vazio existencial como a ingratidão, a auto piedade e a revolta, que conduzem ao beco sem saída os indivíduos que imaturamente questionam -“por que comigo?”, “quem me fará feliz?”; “quem me livrará desta dor?”; ou a escapes para vários tipos de vícios alienantes, entre os quais saliento os do uso de entorpecentes; do sexo pelo sexo; das fofocas; do consumismo; do comer demais ou de menos; dependência de pessoas e de coisas; e da escravidão ao trabalho. Tudo isto são “pás” que cavam ainda mais a dor que atinge o sofredor e a outros entes que convivem com ele, como amigos e familiares.

A pessoa que verdadeiramente procura superar o sofrimento é aquela que apesar dele, decide encontrar um sentido para o mesmo.

Frankl (1986) distingue três categorias de valores existenciais: “1. Criativos – dar algo ao mundo, uma tarefa, uma obra, um trabalho; 2. Vivenciais – receber algo do mundo, a experiência do amor, por exemplo; 3. De atitude – posicionar-se diante de sofrimentos inevitáveis.” E este último é o que evidenciamos em nossa reflexão.

Os “Valores de Atitude” se referem ao modo do homem se comportar perante as situações que geram sofrimento e que não podem ser mudadas. “A essência de um “valor de atitude” reside precisamente no modo como um homem se submete ao irremediável (Frankl, 2000, p. 155). O sofrimento convida à descoberta de “valores de atitude”, e encontrando um sentido naquela situação dramática o homem faz a experiência de realizar sua humanidade. Frankl entende que: "o sentido da vida é um sentido incondicional, por incluir até o sentido potencial do sofrimento inevitável". É a oportunidade de transformar o sofrimento em uma conquista” (Frankl, 1989, p. 138).

Segundo ele (1989, p. 83) há sempre a possibilidade da realização de tais valores: -"portanto, quando um homem arrosta um destino perante o qual nada mais pode fazer que aceitá-lo, suportá-lo; tudo está no modo como o suporta, tudo depende de que o carregue sobre si como uma “cruz”.” Frente ao “valor de atitude” o homem, como ser responsável e livre, pode optar sempre por sua realização. É necessário que se compreenda esta resignação e posicionamento quando realmente não for possível modificar a situação do sofrimento. Só neste contexto tem algum sentido, "carregar a sua cruz".

O autor da Logoterapia salienta a importância da pessoa se posicionar de forma positiva, para encontrar um sentido nas dificuldades, discorrendo sobre o que chama de “Tríade Trágica”:- sofrimento, culpa e morte. "Mesmo se a pessoa não puder mudar a situação que causa seu sofrimento, pode escolher sua atitude. Se não for possível mudar a situação, é possível mudar a si mesmo .”(Frankl, 1989, p. 170). Ele afirma que nenhuma pessoa deixa de experimentar estes aspectos da vida e propõe: “que a pessoa adote uma posição de “Otimismo Trágico”, - otimismo ante as dificuldades (tragédias) de modo que possa transformar o sofrimento numa oportunidade para crescimento pessoal, assim como encontrar no sentimento de culpa motivos para mudar a si próprio para melhor e, por fim, fazer da finitude da existência um incentivo para a realização de ações responsáveis”.

A genialidade dos conceitos franklianosl nos indica um posicionamento saudável frente aos reveses com que nos deparamos algumas vezes, em nossas vidas. Compete a nós optarmos pelas possibilidades que nos destroem, como as mencionadas no início de nossa reflexão, ou pelas da reconstrução do nosso destino com eleições sábias e saudáveis, como as indicadas por Frankl.

Conceição Valente, psicóloga, graduada pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Riberião Preto - USP, especialista em Logoterapia.

6 matérias escritas para o amores possíveis

comentários:


Sandro - 05/07/2018 11:19:28
Estou passando por isso, está sendo muito difícil, dói demais.

Dinei - 28/06/2018 07:57:31
Muito bom

Ana carinho - 15/06/2018 21:25:26
Como dói a dor do abandono. É horrível acreditarmos e depositarmos total confiança em alguém e de repente ele te trair e sumir como se vc fosse um lixo QUALQUER. É assim que me sinto.

Edu.lucio.copa@g - 10/06/2018 22:28:57
Recém separado, muito dolorido, só de lembrar me machuca bola p frete.

Eneilza - 01/05/2018 19:00:08
Estou sofrendo muito com uma separação depois de vinte anos

Cida - 21/04/2018 19:12:19
"De repente você adquire o dom de agradecer à Deus até mesmo as coisas que te decepciona, porque você acredita fielmente que isso é necessário para que seu futuro seja melhor." Depositei toda a confiança numa pessoa que conheci pela a internet tudi parecia muito bom na nossa relação ate que um dia ele se deparou viu uma fase difícil quw eu eatava passando com minha filha de 13 anos ela estava se automutilando os seus braços, coxas , pernas, punhos e ele chegou pra mim dizendo que eu teria que desprezar ela entregar ela pro pai dela e eu nao ficar de braços ela enfim eu ja. Gostando muito dele sofri e ate hoje gosto muito dele mas em nome da minha filha e por ela rompi com ele meu elo com ele.... esta doendo mas foi preciso... exuate namorado mas ex filho nao existe

Patrícia - 11/04/2018 23:20:50
É necessário muita fé e esforço pra conseguirmos superar. As vezes mesmo com o tempo passando, se não tratarnos as feridas mesmo que gradativamente, creio que não há possibilidade da cura. Porque sempre vamos adiando e esperando um dia as lutas passarem. Sempre em frente! É o que almejo. Valeu

Jade - 06/03/2018 19:21:40
Adorei, Obrigada!

MARROM BOM BOM - 28/02/2018 08:38:28
É preciso enxergar o lado positivo das coisas. Tenha em mente que certas coisas não acontecem no momento em que queremos, porque sempre virá algo melhor. Mantenha-se firme diante das dificuldades. Elas fazem parte do processo, no entanto, jamais deixe de acreditar que tudo é possível quando se tem fé.

Tadi - 20/02/2018 16:08:00
Um grande amigo meu gostou de mim durante 20 anos,se declarou algumas vezes,gostava dele,mas tinha medo de me envolver por causa de umas fofocas mentirosas que fizeram contra mim...conclusão:a ultima vez que ele se declarou o seu amor por mim a 3 anos atrás,eu o proibi de vim em casa..ai no ano passado começo de dezembro eu disse sim para ele,que iriamos voltar a sair juntos para curtir a vida juntos pois o ano que entraria ele iria receber a primeira aposentadoria,depois disso passou uns dias ele ficou muito doente,e não me deixava ir visita lo por estar doente,chegou em janeiro ele passou muito mal foi internado e 3 dias depois faleceu.chorei muito de arrependimento porque quando eu o vi morto descobri que o amava muito...em trinta dias adoeceu e faleceu...chorei um mês todo copiosamente e com muito remorso e dor no coração por ter descobrido que eu o amei durante estes 20 anos e joguei fora este amor(ele nunca casou e nunca amigou com ninguém)...depois de muita oração e pedi perdão a Deus e ao meu amor falecido..que não sei se ele ouviu e me perdoei,me dizendo a mim mesma:esta aqui não é a mesma pessoa de antes,se fosse hoje casaria com ele,eu me perdoo.Vida nova,virar a página

Luana - 16/02/2018 00:15:31
Vivi 20 anos com um homem alcoólatra com esperança de um dia mudar. Ao final veio dizer me que era usuário de drogas .separei imediatamente. Pois sei muito bem onde isso termina e pelos anos não havia mais sentimentos e sim pena. Mas estou decidida a dar continuidade a minha vida e liberdade. E quem sabe tropeçar em um grande amor. Pois sonhar não custa nada .

Felixia - 12/02/2018 04:34:59
Texto positivistas, perspectiva refrescante, porém alguns obstáculos não se consegue superar apenas mudando a ter uma atitude positiva. Alguns casos são problemas de químicas bloqueadas nos nossos neurônios e neurotransmissores impedido a conexão de hormônios do bem estar como serotonina e seritonima Devemos reconsiderar o positivism diante a impossibilidade de alcançar nossa resiliência. O novo forte e aquele que pede ajuda!

Leca - 22/01/2018 14:07:01
Nada parece me ajudar. Acho que somente o tempo será o melhor remédio, que pena. Que demora para superar! Mas estou seguindo em frente.

mia - 11/01/2018 20:14:04
Lindo! Muito lindo mesmo.

espaçosa - 09/01/2018 23:42:57
Ola gostei do texto porem meu problema minha dor vem da Alma, imagine casei virgem 16 anos passamos 50 anos fizemos bodas de ouro em dezembro 2016 em maio de 2017 ele Partiu para outra Dimensão, estou sem rumo e sem prumo. Carente me sentindo como um ponto vermelho no meio de um Oceano..... Valeu pelo texto.. ...

--- - 05/01/2018 16:51:00
Nossa estou passando por um momento doloroso. Apostei meus sentimentos de carinho a uma pessoa e fui desprezada.. Estou triste tentando me erguer.esse texto me ajudou um pouco...

Lute Ivan - 04/01/2018 10:45:36
Excelente matéria, serve para refletirmos sobre nossas reações e não com as ações que nos ocorrem. Hera te desejo muito luz e paz para superar mais esta fase. Lembre-se que só vencedores chegaram até onde estamos e que logo o Sol voltará a brilhar intensamente como antes. Namastê.

Afrodite - 27/12/2017 10:31:19
Realmente, Estou passando por um momento muito difícil. Este texto me ajuda bastante.

Anna - 23/12/2017 19:37:47
Mto dificil isso

francis - 22/12/2017 08:26:52
Nossa mt bom .ja vivenciei muitos coisas ditas...


 01  02   Próxima Página  Última Página

(Página 1 de 2)

Para enviar um comentário, é necessário cadastrar-se.



16 anos de sucesso

compartilhe
Compartilhe amores possíveis
Compartilhe amores possíveis
Compartilhe amores possíveis
Compartilhe amores possíveis
Compartilhe amores possíveis


matérias sobre relacionamento
simplicidade, cadê? (7)
vilões da existência (22)
amputações (37)
sofrimento, como lidar com ele? (23)
precisamos falar sobre o fim (30)
abra a janela (52)
o intolerável da vida (17)
a vontade sob controle (33)
nascemos para dar certo! (73)
quanto dura uma paixão? (71)
ver +


mais...
por que me cadastrar?
contato
publicidade
termos de uso
mapa do site


© 2002-2018 amores possíveis.
Todos os direitos reservados - v2.3.0